PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Em Curso PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por Croco em Qua 02 Ago 2017, 13:30

PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil
O PCP retomou hoje a ideia de fusão da PSP e da GNR numa só polícia, de "natureza civil", mas não quer um debate à pressa, nem tem um calendário

"Mais do que apresentar um projeto à pressa, o que nos parece necessário é que o debate se faça e a discussão tenha lugar", afirmou Rui Fernandes, da comissão política do PCP, numa conferência de imprensa na sede do partido, em Lisboa, sobre forças de segurança.

Apesar de não excluir apresentar um projeto de fusão no curto prazo, Rui Fernandes explicou que não deve haver "assuntos tabu" e que deve começar a discutir-se o assunto, em que as forças de seguranças sejam ouvidas.

Para o PCP, não se coloca uma questão constitucional, quanto à natureza da GNR, força militar, e a PSP, dado que na Constituição as Forças Armadas estão num capítulo e as forças de segurança noutro.

"Para o PCP, as forças e serviços de segurança devem ter uma natureza civil", defendeu.

"Há um problema de modelo que necessita de ser ponderado e alterado, necessidade que há muito o PCP coloca, desde logo no que diz respeito à existência de uma força de segurança de natureza civil e outra de natureza militar, mas que depois nuns casos é e noutros não é, alargando a malha da discricionariedade no uso, nos meios, na gestão e nos direitos. Temos profissionais que exercem as mesmas funções de segurança das populações com estatutos diferenciados, vazando para os profissionais da GNR as incongruências deste modelo e duplicando estruturas e meios", sublinhou o membro da Comissão Política.

Em conferência de imprensa, Rui Fernandes apontou várias falhas ao Governo.

"A atividade das forças e serviços de segurança e a vida dos seus profissionais continuam a ser marcados por muitos e variados problemas, com reflexos no direito das populações à segurança e tranquilidade públicas", começou por dizer Rui Fernandes, dirigente do PCP.

Num balanço sobre a situação nas forças e serviços de segurança - GNR, PSP, SEF e Polícia Marítima - os comunistas concluíram que há um "afastamento das forças de segurança das populações, particularmente na área onde intervém a PSP" e que "mesmo experiências positivas de interação da PSP com as populações e as comunidades nas zonas denominadas problemáticas, foram interrompidas, como foi o caso da Cova da Moura".
http://www.dn.pt/portugal/interior/pcp-defende-fusao-da-psp-e-da-gnr-numa-so-policia-civil-8680049.html
avatar
Croco
Major
Major

Masculino
Idade : 49
Profissão : Militar da GNR
Nº de Mensagens : 7888
Mensagem : "As maiores virtudes do homem são: A honestidade e a humildade"

Meu alistamento : 1991 CIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por smelly em Qua 02 Ago 2017, 14:11

fundir Polícias? e depois quem mandava? ui que guerra...
militar
avatar
smelly
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 32
Profissão : Militar da Guarda Nacional Republicana
Nº de Mensagens : 969
Mensagem : A união faz a força..
Meu alistamento : 2004

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por Guarda que anda à linha em Qua 02 Ago 2017, 15:15

Estes Senhores são contra à privatização de tudo e mais alguma coisa. Agora querem, pura e simplesmente, acabar com duas instituições centenárias do nosso país, com funções diferentes, características diferentes, e especificidades diferentes.
 
Porque é que em vez de se preocuparem com futilidades, que não são, certamente, neste momento, as preocupações destas instituições e dos profissionais que as servem. Não se preocupam antes por lutar pelo reconhecimento do risco e desgaste destas profissões, estas sim, situações que, claramente, preocupam os profissionais que as servem

http://pt.blastingnews.com/opiniao/2017/08/vidas-dos-agentes-da-psp-e-dos-militares-da-gnr-vividas-no-limite-001898415.html
 
ao ponto de nem sequer os profissionais destas instituições se poderem reformar aos 60 anos de idade ou antes (reformam-se depois dos 60) como por exemplo os profissionais desta, podem?

https://www.dinheirovivo.pt/empresas/controladores-aereos-idade-de-reforma-passa-dos-57-para-58-anos/
 
Mas também, quando este partido toma e assume  esta posição em relação à situação dramática que o povo Venezuelano está a viver neste momento
 
https://sol.sapo.pt/artigo/574643/venezuela-geringonca-dividida-pcp-exige-atitude-de-respeito-
 
o que é que se pode esperar daqui?
avatar
Guarda que anda à linha
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 51
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 826
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por DNS em Qua 02 Ago 2017, 15:34

Para mim, era o que deveria acontecer, já que a GNR não é mais do que um lobby para os boys da tropa.
Policia e tropa são coisas diferentes e a GNR é as duas coisas.

Seria benefico para o pais que a PJ, SEF, PSP, GNR, polica maritima e ASAE, se fundissem numa unica policia.
avatar
DNS
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 105
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 654
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por LOGIC em Qua 02 Ago 2017, 20:51

Acho muito bem. E aliás já existem variadíssimos estudos a provar que faz muito mais sentido uma única força de segurança. 
É claro, que para quem é militar(GNR), vai provavelmente perder algumas regalias mas vai ganhar outras.
E claro, para os civis(PSP) muitos gostariam que a fusão fosse ao contrário a PSP integrar-se na GNR e outros nem querem ouvir falar disso.
Haverá certamente opiniões para todos os gostos, e aqui vai a minha.
Eu tento olhar para esta questão do lado de fora e como cidadão comum. E visto desta maneira não existe grandes dúvidas para mim que o País ganharia muito a todos os níveis, principalmente no que diz respeito á operacionalidade e muito no que diz respeito aos custos, que são muito mais elevados em sistema dual. 
avatar
LOGIC
Guarda
Guarda

Masculino
Idade : 46
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 74
Mensagem : "Querer a verdade é confessar-se incapaz de a criar.”

Meu alistamento : 20DEZ1993

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por DNS em Qua 02 Ago 2017, 21:19

LOGIC escreveu:Acho muito bem. E aliás já existem variadíssimos estudos a provar que faz muito mais sentido uma única força de segurança. 
É claro, que para quem é militar(GNR), vai provavelmente perder algumas regalias mas vai ganhar outras.
E claro, para os civis(PSP) muitos gostariam que a fusão fosse ao contrário a PSP integrar-se na GNR e outros nem querem ouvir falar disso.
Haverá certamente opiniões para todos os gostos, e aqui vai a minha.
Eu tento olhar para esta questão do lado de fora e como cidadão comum. E visto desta maneira não existe grandes dúvidas para mim que o País ganharia muito a todos os níveis, principalmente no que diz respeito á operacionalidade e muito no que diz respeito aos custos, que são muito mais elevados em sistema dual. 
Não seria a PSP transformar-se em GNR.
Tambem não seria a GNR transformar-se em PSP.
Seria a criação de uma nova policia. O nome, obviamente, teria de conter a palavra policia mas podia ser qualquer uma.

Quanto à perca de vantagens de deixar de ser militar?? Neste momento não vislumbro qualquer regalia que se poderia perder, já que estamos pior que a PSP em quase todos os aspectos, e o pouco onde estavamos melhor (reserva/reforma por ex), estamos mais ou menos igual, com tendência para pior.

Para os guardas da GNR seria EXTREMAMENTE POSITIVO, a fusão para policia unica e a passagem a civil.
Para os Sargentos seria pior, pois deixariam de ser doutores e passariam a patrulheiros (como deveria ser).
Para os oficiais, seriam os que mais perderiam, pois a vassalagem militar acabaria.
avatar
DNS
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 105
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 654
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por COELHO.X em Qua 02 Ago 2017, 23:09

Outra vez arroz....se mudassem realmente o que é preciso e urgente, e se dessem as devidas condições aos profissionais.
Agora conversa da treta!
avatar
COELHO.X
Tenente
Tenente

Masculino
Idade : 39
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 4816
Mensagem : Passam Céleres Altivos e Impenetráveis..é a Cavalaria que Passa!
"Para ter inimigos, não precisa declarar guerras, apenas diga o que pensa..."

Martin Luther King

Meu alistamento : (1999) Século Passado!!Há pois é.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por Guarda que anda à linha em Qui 03 Ago 2017, 00:21

COELHO.X escreveu:Outra vez arroz....se mudassem realmente o que é preciso e urgente, e se dessem as devidas condições aos profissionais.
Agora conversa da treta!

Nem mais!

A PSP tem cerca de 14 sindicatos, cada um estrebucha para seu lado. Cada dirigente/representante sindical tem não sei quantos dias por ano para fins sindicais. Recentemente, a MAI disse que sempre que era preciso tratar de qualquer questão que dissesse respeito à instituição, só para ouvir os sindicatos todos da PSP era preciso uma eternidade. Têm assento na concertação social sempre que há questões laborais em causa, o que também implica a presença de dirigentes sindicais.

Agora imaginemos, com a fusão tudo isto vezes dois. Porque, também há na GNR quem queira ser sindicato em vez de associação, e logo que se apanhasse como policia civil, ia ser um fartar vilanagem de proliferação de sindicatos.

Depois, vinha a exigência para o direito à greve (aliás, direito que alguns serviços de segurança já têm).

Agora imaginemos, numa policia civil única, com um universo de cerca de 40.000 elementos, com 30 ou 40 sindicatos em que na época dos incêndios um marca uma greve para essa altura. Na época das cheias há outro que marca outra greve para essa altura. Em cada mudança de quinzena no verão (altura de muito transito nas estradas) havia outro a marcar outra greve. No dia de Natal outra. No dia de Ano Novo outra. Na Páscoa outra. No rali de Portugal outra. Na volta a Portugal outra, etc. etc. etc. Aquilo é que seria um regabofe e um fartar vilanagem.

Agora sobre a situação ilusória do aumento de efetivos que a fusão proporcionava. Vejamos, uma cidade média com cerca de 25.000 habitantes, em que a cidade é policiada pela PSP com um efetivo de 50 elementos, e o exterior pela GNR com cerca de outros 50, então depois da fusão os habitantes não continuavam a ser os mesmos, as ocorrências e o serviço não continuavam a ser os mesmos, e os efetivos policiais não continuavam a ser os mesmos 100?

Agora vamos à demagogia do subsidio de risco sempre em voga. Aumentando mais ainda a subsidio dependência dos elementos policiais. Então só querem reconhecer a função policial para atribuição do subsidio de risco, e depois é mais um que não se recebe quando se está de férias ou de baixa?

E depois dos elementos policiais terem o subsidio de risco já não correm risco nenhum, já não são agredidos, feridos e mortos em serviço porque já estão protegidos pelo subsidio. Ora! vão mas é dar uma volta e deixem-se de tretas. Porque é que não defendem a função policial como de risco e de desgaste rápido como outras profissões são, em que os seus profissionais correm menos riscos, perigo e desgaste que os militares e policias, para outras questões mais importante que provocam falta de efetivos e desgaste nos efetivos policiais, baixas médicas, doenças adquiridas em serviço etc. etc. como por exemplo uma assistência médica digna e não como a que temos agora, que não vale nada e que descontamos um balúrdio, assim como uma idade digna para abandonar o serviço ativo como acontece nas outras policias e militares por esse mundo fora?

Já agora, os países (entre outros) imediatamente a seguir ao nosso ali para os lados da Europa, Espanha e França, também têm um sistema de forças de segurança (dual) como o nosso tem. Presentemente, nós somos o 3º país mais seguro do mundo com o sistema de forças de segurança dual que temos. Será que os povos destes dois países são mais burros ou menos desenvolvidos que o nosso, para que o nosso sistema de segurança passe agora a ser diferente do deles?
avatar
Guarda que anda à linha
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 51
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 826
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por Escorpião em Qui 03 Ago 2017, 11:55

Seo problema fosse a classe de guarads ou sargentos já estava.
O pior é, como acamar os oficiais
avatar
Escorpião
Cabo-Chefe
Cabo-Chefe

Masculino
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 238
Mensagem : Por vezes sabemos e não sabemos que sabemos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por иuησ em Qui 03 Ago 2017, 18:48

DNS escreveu:
LOGIC escreveu:Acho muito bem. E aliás já existem variadíssimos estudos a provar que faz muito mais sentido uma única força de segurança. 
É claro, que para quem é militar(GNR), vai provavelmente perder algumas regalias mas vai ganhar outras.
E claro, para os civis(PSP) muitos gostariam que a fusão fosse ao contrário a PSP integrar-se na GNR e outros nem querem ouvir falar disso.
Haverá certamente opiniões para todos os gostos, e aqui vai a minha.
Eu tento olhar para esta questão do lado de fora e como cidadão comum. E visto desta maneira não existe grandes dúvidas para mim que o País ganharia muito a todos os níveis, principalmente no que diz respeito á operacionalidade e muito no que diz respeito aos custos, que são muito mais elevados em sistema dual. 
Não seria a PSP transformar-se em GNR.
Tambem não seria a GNR transformar-se em PSP.
Seria a criação de uma nova policia. O nome, obviamente, teria de conter a palavra policia mas podia ser qualquer uma.

Quanto à perca de vantagens de deixar de ser militar?? Neste momento não vislumbro qualquer regalia que se poderia perder, já que estamos pior que a PSP em quase todos os aspectos, e o pouco onde estavamos melhor (reserva/reforma por ex), estamos mais ou menos igual, com tendência para pior.

Para os guardas da GNR seria EXTREMAMENTE POSITIVO, a fusão para policia unica e a passagem a civil.
Para os Sargentos seria pior, pois deixariam de ser doutores e passariam a patrulheiros (como deveria ser).
Para os oficiais, seriam os que mais perderiam, pois a vassalagem militar acabaria.

Só citei por uma questão: uma eventual fusão não extinguiria a GNR, pela parte honorífica... O restante fica à vossa imaginação pois é mais uma noticia para encher chouriços.
avatar
иuησ
Tenente-Coronel
Tenente-Coronel

Masculino
Idade : 40
Profissão : GNR Cavª
Nº de Mensagens : 14182
Mensagem :
Nuno Miguel Guedes

Coordenador da Região de Lisboa

ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA GUARDA - APG/GNR

Meu alistamento : 2000 - AIP

https://www.apg-gnr.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por Guarda que anda à linha em Qui 03 Ago 2017, 19:45

Escorpião escreveu:Seo problema fosse a classe de guarads ou sargentos já estava.
O pior é, como acamar os oficiais


Mas mesmo que houvesse junção, que para bem da segurança do país (simplesmente somos o 3º país mais seguro do mundo com o sistema dual que temos) esperemos que nunca haja. Iria ficar tudo como estava, porque os oficiais continuariam a ser oficiais, os sargentos continuariam a ser sargentos e os guardas continuariam a ser guardas. E como sabemos cada posto na sua categoria continuaria a estar como está. Os que estão bem continuariam a estar bem e os que estão menos bem continuariam a estar menos bem.

E é bom que nos lembremos de uma coisa, sempre que há uma reestruturação com o falso argumento de que é para colocar efetivos no terreno, é pura demagogia e uma verdadeira vigarice.

Lembram-se da ultima, em que extinguiram meia dúzia de brigadas territoriais/especiais com o objetivo de colocar 4.000 homens no serviço operacional, e depois criaram mais de 20, e olhem para os efetivos agora. Antes da ultima reestruturação da Guarda quantas patrulhas uni pessoais é que se faziam? E quantas é que se fazem agora? E quantas vezes é que se juntavam militares de um posto com outro de outro posto para depois assegurar áreas de 2 ou 3 postos? Pois é! Ai está o resultado, há vista!

Só a titulo de exemplo: Este ano já morreram mais 49 pessoas vitimas de acidentes de viação do que em igual período do ano passado http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2017-08-03-Acidentes-nas-estradas-causaram-mais-49-mortos-este-ano-do-que-em-igual-periodo-de-2016

E ninguém fala nisto, que é o "nosso" terrorismo a par dos incêndios no nosso país? Então onde é que estão agora as patrulhas de visibilidade nas estradas para combater a sinistralidade rodoviária que iriam resultar da ultima reestruturação?

Tretas Senhores! Simplesmente tretas.

E os tais 600 militares que estavam nas messes que foram retirados das messes com a extinção das messes, onde é que eles estão?

Pois é! Agora, na maior parte dos locais onde ainda existiam messes, não existem messes e os militares também não foram para a patrulha. E agora voltamos ao tempo da outra senhora, das sandes e da marmita e do ter de comer à presa, porque até com a as poucas patrulhas de 6 horas que fazia sem ter que tomar refeição durante a mesma acabaram, passando tudo para 8.

 
avatar
Guarda que anda à linha
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 51
Profissão : Funcionário publico
Nº de Mensagens : 826
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por Revery4ever em Sex 04 Ago 2017, 09:24

Guarda que anda à linha escreveu:

(...)
E os tais 600 militares que estavam nas messes que foram retirados das messes com a extinção das messes, onde é que eles estão?

Pois é! Agora, na maior parte dos locais onde ainda existiam messes, não existem messes e os militares também não foram para a patrulha. E agora voltamos ao tempo da outra senhora, das sandes e da marmita e do ter de comer à presa, porque até com a as poucas patrulhas de 6 horas que fazia sem ter que tomar refeição durante a mesma acabaram, passando tudo para 8.

 
No Comando de Lisboa, os que saíram das messes subiram um andar e poucos, mas muito poucos, foram colocados no Aeroporto...
Mas não há problemas, não existe piquete às ocorrências, vai lá o piquete de outro Posto!
Só não entendo é como num Destacamento de Lisboa, tenham existido no mesmo dia, 03(TRÊS) Postos sem piquete no mesmo horário, algo que já vem sendo reiterado!!! 
Pensarem em acabar com Cavalos na Expo, mordomias, vassalagem, condutores, porcelana Vista Alegre, passeios e jantaradas, carros e afins e claro, como não poderia de deixar de ser, colocarem SÓ os elementos necessários para o normal funcionamento de um "quartel", e não estarem lá colocados uma quantidade anormal de Homens, que até se estorvam e, neste caso em particular, refiro-me à UI... (nunca vi tantos a fazer tão pouco)
Enquanto os Postos forem sítios para cumprir colocações por imposição devido a processos, como forma de punição, não se vai lá...
E talvez, mas só talvez, começarem NOVAMENTE a colocar elementos na GNR que realmente queira cá andar, e não tentarem servir-se da Instituição como forma de trampolim para SEF e PJ e sei lá mais o quê!
Mas que sei eu disto, desde que os critérios de acesso a esta Instituição mudaram, se tem piorado na qualidade...

Em suma, analisando a realidade da GNR, talvez a união entre Forças de Segurança seja parte da salvação...
avatar
Revery4ever
Cabo-Chefe
Cabo-Chefe

Masculino
Idade : 31
Profissão : Guarda
Nº de Mensagens : 257
Mensagem : Ui, será uma questão sine qua non?? Ou então, uma questão eminentemente e unicamente ontológica!!
Meu alistamento : CFFF 2008/09

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por Fox Mulder em Sex 04 Ago 2017, 11:07

A reforma agrária ainda pesa nestas tomadas de posição.. Mas eu não me opunha.
avatar
Fox Mulder
Cabo-Chefe
Cabo-Chefe

Masculino
Idade : 32
Profissão : Agente de Autoridade
Nº de Mensagens : 206
Mensagem : "Sucesso não é o final, falhar não é fatal: é a coragem para continuar que conta."
Meu alistamento : 2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por Gif em Sex 04 Ago 2017, 11:42

Na minha opinião podia haver uma fusão parcial, ou seja, todas as funções que até são repetidas nas duas forças, e que estejam ligadas directamente com o contacto com a população, podiam ser fundidas na psp e as funções mais táticas e que requerem mais "força" ficarem para a gnr.
avatar
Gif
Cabo
Cabo

Masculino
Idade : 39
Profissão : tratorista
Nº de Mensagens : 179
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por MiguelBarrancos em Sex 04 Ago 2017, 14:24

Mais uma noticia da pilinha... Arquivem o tópico. Nem em 2050 isso vai acontecer.
avatar
MiguelBarrancos
2º Sargento
2º Sargento

Masculino
Idade : 36
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 690
Mensagem : camaradagem era a solução para metade dos nossos problemas...
Meu alistamento : 2003

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por martins7 em Sex 04 Ago 2017, 17:00

Podem fazer a fusão com a Guardia Civil Espanhola... eles ganham mais, tem mais qualidade de vida. Não pagam a própria farda. São promovidos e respeitados.
avatar
martins7
Cabo-Chefe
Cabo-Chefe

Masculino
Idade : 37
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 279
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por carlos morais em Sex 04 Ago 2017, 23:06

A GNR vai se fundir com a PSP,quando as galinhas tiverem dentes. militar

carlos morais
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 58
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 1148
Mensagem : Pela Patria e pela Lei
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!
1983

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por Patrulhas em Seg 07 Ago 2017, 09:20

carlos morais escreveu:A GNR vai se fundir com a PSP,quando as galinhas tiverem dentes. militar
Nem mais.
avatar
Patrulhas
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 40
Profissão : GNR
Nº de Mensagens : 1187
Meu alistamento : Curso de 1999

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por ORY em Seg 07 Ago 2017, 22:47

Penso que todos aqui sabem aminha opiniao relativamente a este assunto
1º Criaçao de Experiencia Piloto em 1 Distrito (para os mais seticos...)
2º Após Experiencia fosse positiva e a ideia fosse para avançar EXTINGUIR a PSP e GNR Criando uma Policia Nacional (Cariz civil )
3º O eterno problema "ah e tal somos militares " quem passasse par a Policia Nacional teria um acrescimo de 300 Euros (queria dps quantos ficavam com o amor ao ser "militar")
4º PN e PJ era as unicas duas forças que deveriam existir estando a PN dividida nas mais variadas especialidades.

ORY
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 32
Profissão : Policia Psp
Nº de Mensagens : 1142
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por rmcp em Ter 08 Ago 2017, 10:33

Isto de unir as duas forças de segurança é mais uma utopia. Obviamente que não vai acontecer nas próximas décadas, nem existe vontade politica para que aconteça pois mexe com muitos interesses.
Acho que deveriam mais as forças politicas pensarem em reformularem os vários serviços que se repetem nas duas forças de segurança e assim poder colocar os meios humanos onde fazem mais falta, ou seja, na patrulha.
Um bom exemplo do que foi mal feito é a destruição da chamada Brigada Fiscal. Hoje existem duas Unidades (UCC e UAF), onde apenas a UAF vai fazendo algum serviço que é relevante para a GNR, como é a recuperação de impostos que fogem ao controlo do Estado. Já quanto à UCC, pergunto eu qual o serviço relevante que tem demonstrado para o nosso país? Apreensões de droga, são cada vez menos. Andam a fazer patrulhas no estrangeiro (Frontex), juntamente com a Policia Marítima, onde se digladiam a ver quem faz mais resgate de migrantes e assim ficar com os louros, já para não falar nos imensas despesas que as embarcações acarretam para a GNR.
Apenas um exemplo do que está mal e perante os nossos olhos e o poder politico vai empurrando com a barriga para a frente. Nem vou falar dos bombeiros da GNR, se não havia muito mais para dizer.
avatar
rmcp
Furriel
Furriel

Masculino
Idade : 34
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 478
Meu alistamento : 2004 AIP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: PCP defende fusão da PSP e da GNR numa só polícia civil

Mensagem por jmflince em Ter 08 Ago 2017, 15:15

Ainda gostava de saber porque me eliminaram um comentário que fiz neste  tópico. ..
avatar
jmflince
1º Sargento
1º Sargento

Masculino
Idade : 51
Profissão : Cabo GNR
Nº de Mensagens : 1147
Mensagem : Estou farto de ver e de ouvir certas pessoas...


Meu alistamento : 04-03-1991

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares