Mais de 60% dos camionistas não cumprem regras de repouso

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Em Curso Mais de 60% dos camionistas não cumprem regras de repouso

Mensagem por dragao em Ter 26 Jul 2016, 00:13

Mais de 60% dos camionistas não cumprem regras de repouso
GNR iniciou nesta segunda-feira uma operação de fiscalização aos veículos pesados. No foco dos agentes estão os riscos associados ao excesso de horas ao volante.
Até quinta-feira, os agentes da Guarda Nacional Republicana (GNR) estarão na estrada a fiscalizar os veículos pesados de passageiros e mercadorias, em todo o país, com o objectivo de prevenir e identificar infracções. A Operação Veículos Pesados, que começou nesta segunda-feira, tem como preocupação principal verificar se condutores de autocarros e camiões cumprem os tempos de repouso impostos por lei.
Desde o início do ano, a GNR fiscalizou mais de 11.000 tacógrafos — os dispositivos que permitem monitorizar o tempo de viagem em veículos pesados —, dos quais 63% mostraram que os condutores não respeitaram os tempos previstos para repouso. Trata-se de um aumento de 11% face a igual período do ano passado.
O elevado número de horas ao volante comporta uma série de riscos para os motoristas destes veículos e para os restantes condutores, estando muitas vezes associado a acidentes e infracções nas estradas.
Para além do cumprimento das horas de descanso, a GNR pretende ainda fiscalizar o peso e condições dos veículos, o acondicionamento e transporte de carga, a condução sob efeito do álcool, o uso do cinto de segurança e detectar infracções de natureza fiscal, aduaneira e ambiental.
O capitão Ricardo Silva, relações públicas da GNR, destacou que não é possível adiantar um número exacto de agentes que chegaram esta segunda-feira às estradas, uma vez que estão envolvidos os militares dos Comandos Territoriais, a Unidade Nacional de Trânsito, a Unidade de Acção Fiscal e o Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente. A operação acontece em simultâneo em todos os países da Europa, enquadrada no plano European Traffic Police Network.
Na sexta-feira e até domingo, a GNR volta à estrada com a terceira fase da operação Hermes, de apoio e fiscalização do regresso de férias no final da última quinzena de Julho.
in: Publico.pt
avatar
dragao
Cmdt Interino
Cmdt Interino

Masculino
Idade : 48
Profissão : gnr
Nº de Mensagens : 18962
Mensagem : Ler as Regras ajuda a compreender o funcionamento do fórum!
Meu alistamento : Já viste este novo campo no teu perfil?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: Mais de 60% dos camionistas não cumprem regras de repouso

Mensagem por Gif em Sex 29 Jul 2016, 00:57

Mais uma operação para castigar o mesmo, o motorista, se ao menos fossem os patrões a ter que aguentar com os custos dos motoristas andarem a "queimar" descanso é que era.
Quando são "incentivados" a fazer km e km, a receberem prazos de entrega impossíveis de realizar, desrespeito pelo tempo familiar que os empregados tem direito, etc, isto tudo para não dizer escravizar.

Sei do que falo pois já trabalhei nessa área, e era uma constante ver os motoristas a chegarem a um sitio para descarregar e os patrões a ligar a dizer para se despacharem que ainda tinham que carregar o carro dali a 1 ou 2h. Só a descarga nesse sitio onde estávamos, nunca durava menos que 2h nos dias bons.
Depois para ajudar À festa, há horários de carga e descarga para o motorista cumprir, se não chega a horas não descarrega e ainda leva pissada do patrão.
Muitos ainda diziam que ainda não tinham chegado quando já estavam quase prontos para ir embora, para conseguirem ter tempo para descansar, ou almoçar em condições, mas isso era no tempo em que os carros não tinham gps, agora, nem para fazer as necessidades podem parar fora dos sítios estipulados pela empresa.
Alguns nem tempo tem para ir a casa dormir/ver a família, quanto mais fazer o descanso obrigatório ou cumprir os limites de velocidade.
Quando há acidentes, a preocupação é sempre com o carro e a mercadoria, o motorista.... é o mais fácil de substituir.

Por cá as preocupações acabam sempre por ser os €€ que vão dar essas operações, já em espanha a atitude é diferente, quem é apanhado sem descanso, paga a multa, mas depois fica sem documentos e tem que permanecer no local até fazer o descanso obrigatório, e só depois é que a guarda civil vai lá devolver os documentos para que possa seguir viagem, preocupam-se com a segurança dos motoristas. Cá paga-se a multa e siga viagem e o descanso que é preciso, fica "feito".

Se por cá fosse feito o mesmo, talvez assim os patrões começassem a pensar que não compensa "explorar" os motoristas desta maneira, talvez assim o desemprego diminuísse.

Há que ter em conta que são estes homens e mulheres que fazem sacrifícios para que todos os dias as coisas cheguem às nossas mãos, seja combustível, comida e outros bens.
avatar
Gif
Cabo
Cabo

Masculino
Idade : 39
Profissão : tratorista
Nº de Mensagens : 191
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: Mais de 60% dos camionistas não cumprem regras de repouso

Mensagem por Fox Mulder em Sex 29 Jul 2016, 12:13

Concordo com o citado, sobre os Patrões terem, em relação aos períodos de descanso, enormes responsabilidades, para não dizer todas. Mas também convenhamos que nem todos trabalham por conta de outrem. E continua a haver muita falta de cuidado com a utilização do cinto e do telemóvel...
avatar
Fox Mulder
Cabo-Chefe
Cabo-Chefe

Masculino
Idade : 32
Profissão : Agente de Autoridade
Nº de Mensagens : 232
Mensagem : "Sucesso não é o final, falhar não é fatal: é a coragem para continuar que conta."
Meu alistamento : 2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Em Curso Re: Mais de 60% dos camionistas não cumprem regras de repouso

Mensagem por Gif em Sex 29 Jul 2016, 13:18

Sim, é verdade, mas se formos a ver bem, se calhar maior parte dos acidentes com pesados, deve-se ao cansaço e à necessidade de irem em contra-relógio para cumprirem com os prazos.
Quem trabalha por conta própria, em negocio próprio, pelos que conheço costumam ter algum cuidado no que toca a descansos, os que são sub-contratados, ganham ao frete, e ai, já abusam um bocadinho.

Acho que o que falta é um incentivo para mudar mentalidades, se fosse feito o mesmo que é feito em espanha, serem "convidados" a fazer o descanso obrigatório, quando são apanhados sem descanso, mais cedo ou mais tarde acabam por começar a ter mais cuidado com isso.

Não acredito que haja alguém que goste de andar a fazer km atrás de km sem fazer o devido descanso. Se o fazem por alguma razão é.

Quanto à questão do cinto e do telemóvel, é mais complicado. Eu não acho o cinto tão incomodo que justifique andar sem ele, apesar de muitas vezes quando faço viagens grandes, ficar um bocado incomodado com a pressão que faz no ombro.
Quanto ao telemóvel, hoje em dia é um risco escusado, tendo em conta que há auriculares que resolvem o problema e não são assim tão caros quanto isso que justifique o risco.
No entanto há uma coisa que me deixa, não digo revoltado, mas é quase. Uma pessoa não pode ir a falar ao telemóvel com ele na mão, mas depois pode-se andar a fumar, e a acender cigarros em andamento, coisa que é bem mais perigoso que falar ao telefone. Pelo menos o telefone não larga borrões para cima dos tom****** nem para cima dos estofos, e quando isso acontece, é uma aflição para não queimar nada, e perde-se muito mais a atenção da estrada quando essas coisas acontecem, do que a falar ao telemóvel, mas em fim... é o que temos.
avatar
Gif
Cabo
Cabo

Masculino
Idade : 39
Profissão : tratorista
Nº de Mensagens : 191
Meu alistamento : Aqui podes colocar o ano do teu alistamento!(Facultativo)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares